segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Caso BES

O caso BES (Banco Espírito Santo) foi um dos piores casos na economia portuguesa, porquê o BES apresentou prejuízos históricos de quase 3,6 mil milhões de euros. Isto tudo começou em 2012 quando o Grupo Espírito Santo  (GES) acumulou dívidas e irregularidades nas contas, o que levou a reportar os prejuízos atrás mencionados. Tal situação levou à intervenção do Banco de Portugal  (BdP), decretando a fragmentação do BES em duas entidades: o "Banco Bom" e o "Banco Mau".
Na minha opinião, o caso BES prejudicou imenso os portugueses, por três motivos: primeiramente, os accionistas perderam todo o dinheiro que tinham investido nas acções do BES assim como alguns depósitos do grupo GES.
Em segundo lugar, o banco deixou de financiar a economia portuguesa, porquê não emprestava dinheiro quer às empresas quer aos particulares e desta forma cortou os investimentos das empresas e dos particulares.
Em terceiro lugar, este caso levou à perda de confiança por parte dos portugueses em todo o sistema bancário. Desta forma, e como forma de protecção, começou-se a guardar o dinheiro em casa.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...