terça-feira, 11 de abril de 2017

Declaração automática do IRS: vantajosa ou não?

Com a declaração do IRS a ser preenchida automaticamente, o contribuinte pode vir a receber o respectivo reembolso só em Junho. Isto porque se não se validar, o documento só é entregue no final do prazo de entrega, ou seja, a 31 de Maio de 2017. Para evitar esta situação, o contribuinte tem de ir ao Portal das Finanças e validar a sua declaração do IRS, recebendo assim o valor do reembolso mais cedo.
Este novo sistema tem como principal objectivo poupar trabalho às pessoas, uma vez que estas só têm de conferir os dados que se encontram no Portal das Finanças e de seguida validar a respectiva declaração.
Mas há um pequeno pormenor, é que só os rendimentos das categorias A e H e os contribuintes sem filhos estão abrangidos por este novo sistema. Os restantes contribuintes, podem ou não entregar de forma automática a respectiva declaração de IRS.
Na minha opinião, este novo sistema vem para facilitar a vida dos contribuintes, uma vez que estes só têm de conferir os dados que se encontram na sua declaração de IRS e entregar a mesma até ao prazo acima mencionado.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...